13 de ago de 2010

51

Hoje é sexta-feira treze. Vou aproveitar e revelar mais um segredinho sobre ela: ela desafiava a superstição.
Adorava passar embaixo das escadas, dava bom dia aos gatos pretos, deixava o chinelo virado... Só tinha uma coisa que ela acabava sempre se rendendo: isolava maus pensamentos. E quando pensava algo muito sinistro ou assustador, saía à caça de alguma coisa de madeira. Só sossegava ao dar as três batidinhas com a mão.
Ela nunca parava pra avaliar se aquilo era plausível ou não, apenas fazia, quase no automático, e, bem, pelo menos pra ela, sempre funcionava.

* Baseado em fatos irreais
** To be continued

Nenhum comentário: