16 de set de 2010

56

A primeira briga. Todo relacionamento chega nela, obviamente.
Ela tem um papel importante, pois até a primeira briga, o casal vive num mundo idealizado, num conto-de-fadas onde os dois se completam numa simbiose enganosa. A sensação de perfeição e calmaria é típica do início de namoro.
A primeira briga vem pra colocar os pés dos pombinhos no chão. A vida é aqui e agora e ninguém é naturalmente a metade do outro. Isso é coisa que se constrói, ao longo do relacionamento. É um investimento de tempo, amor e doação. É ceder quando é preciso, se impor na vezes necessárias.
A sintonia é esculpida, é trabalho diário.

Ela aprendeu isso. Teve muitos relacionamentos. Mas quando o encontrou e soube que era com ele que ela iria ficar de vez, se sentiu aliviada por ter tido a primeira briga. Isso era prova de que o que eles tinham era real e que valia a pena assumir com ele o compromisso de fazer de tudo pra fazer dar certo.

* Baseado em fatos irreais
** To be continued

Nenhum comentário: