26 de ago de 2010

53

Jogava Paciência no computador pra esquecer da vida, pra dar um tempo nas combinações de pensamento que sua mente fazia o tempo todo.

Eram nesses momentos que ela se restrigia a pensamentos mecânicos, se focando em um só objetivo: soltar fogos no seu PC.

Irônico era ela se perder nas horas e nas cartas de um jogo com o mesmo nome do que ela não tinha...

* Baseado em fatos irreais
** To be continued

Nenhum comentário: