3 de nov de 2010

62

Desde de bebê não gostava de ir dormir. Ficava acordada até deixar sua mãe dormindo em pé no berço. E conforme foi crescendo, a vontade de esticar os dias continuava. Tinha uma certa magia em não ir dormir cedo. Uma idéia de que o dia podia durar mais que o normal. Sentia que podia driblar o tempo.
Quando adulta sofria com a insônia. Mais uma vez a vontade de não trocar de dia se manifestava. E por muito tempo ficou a dúvida: desejo de viver mais o presente ou medo das possibilidades do futuro?


* Baseado em fatos irreais
** To be continued

Nenhum comentário: