25 de mai de 2010

13

O corpo pesando sobre o colchão, dá a impressão de estar em outra pressão atmosférica. A cada cochilo, uma sensação de cair num buraco sem fim, de cair dentro de si mesma, mas logo os olhos se abrem novamente. Não quer dormir, apesar de precisar. O cansaço dos últimos dias, e todos os problemas em sua vida imploravam por boas horas de sono.
Só que ela sabe o que a espera, todas as noites estavam sendo assim... Ela dormia e ele aparecia. Momentos bons, ruins, de paixão e de desentendimentos. Pra evitar isso, tentava mentalizar o início dos sonhos ao deitar. Pensava em campos floridos, em viagens de balão e ainda num filme onde ela era apenas espectadora, mas era em vão.
E mesmo quando o sonho era bom, era com ele. E acordava assustada, se localizando em tempo e espaço, levando todos os dias um tapa da realidade, fazendo um flashback de sua vida. O coração acelerava no momento em que os olhos abriam e ela amaldiçoava seu sono.
Porém, não tinha jeito. Não havia nada que pudesse fazer.

Está vendo? Ela agora piscou mais demorado, logo, logo vai estar dormindo... Pronto, dormiu... Bons sonhos, menina!

* Baseado em fatos irreais
** To be continued

Nenhum comentário: