19 de mai de 2010

5

Olhou no espelho. Cutucou espinha, limpou remela, acertou sobrancelha. Escovou os dentes. Pegou o fio dental e desistiu. Treinou caras e bocas. Sorrisos...
Murchou a barriga, juntou os peitos com a mão, virou de lado e ergueu a coluna. Soltou a barriga, os peitos, encurvou as costas. Riu.
Achou uma ruga. Chegou bem pertinho do reflexo e esticou todos os músculos do rosto. Sumiu a ruga.
Ligou o chuveiro e deixou o vapor desfocar sua imagem, enquanto se encarava sem nenhum rodeio. Nem gostou, nem desgostou.
Quando a temperatura do banheiro estava insuportavelmente alta, entrou no banho.

* Baseado em fatos irreais
** To be continued

Nenhum comentário: